Transfiguração

Agosto, mês das vocações!

Desde 1981, na 19ª Assembleia Geral da CNBB (Confederação do Bispos do Brasil), no mês de agosto a igreja celebra e se uni em oração pelas vocações, sendo assim instituído como o Mês das Vocações. O Termo Vocação é derivado do verbo  latim Vocare que significa Chamar. Na igreja católica a vocação é o chamado de Deus à uma pessoa, sendo único e individual, é a forma que Deus nos chama para servir ao próximo e se aproximar de Deus. Vocação não é uma escolha minha, mas a vontade de Deus na minha vida.

               A todo ser humano o primeiro chamado de Deus é a vida, nossa primeira vocação é a Santidade, pois somos escolhidos e amados por Deus desde o ventre materno, nós viemos de Deus e devemos voltar à Ele, nosso lugar é o céu. Mas a partir do nosso Batismo, que nos torna filhos Amados de Deus e Herdeiros do céu recebemos o Espírito Santo e seus dons, somos chamados a ser um discípulo de Cristo e membro da igreja. Mas muito além de nos chamar a vida e a ser discípulos, somos chamados a fazer parte da obra da salvação da nossa alma e de todos aqueles que Deus nos confia. Todos nós recebemos de Deus, com seu amor incondicional, um chamado específico, é um convite a abraçar o projeto de Deus, e sendo um convite somos livres para decidir seguir o caminho que nos leva ao céu (santidade) ou temos o livre arbítrio para seguir nossa vontade e viver à mercê do mundo condenando nossa alma ao sofrimento.

               E para bem celebrar às vocações, nossa Santa Igreja, dedica um mês inteiro para ensinar e rezar por todas as vocações suscitadas pelo chamado de Deus, dessa forma, a cada domingo na Santa Missa dedicamos à um chamado de Deus, essa estrutura ficou assim definida:

1º Domingo: Vocações Sacerdotais: Conferido através do Sacramento da Ordem, o Sacerdócio é fundamental para nossa igreja, pois somente ele pode celebrar o Santo Sacrifício da missa, que é a alma da nossa fé, pois no sacrifício da Santa Missa o próprio Cristo se dá no pão e no vinho através da mão do sacerdote. O Padre é aquele que une Deus aos homens, é aquele que faz na pessoa de Cristo (in persona Christi), não é o homem escolhido por Deus (sacerdote) que celebra o sacrifício, que absolve nossos pecados ou unge os doentes, é o próprio Cristo que age através dele. Portanto, devemos pedir e rezar à Deus por mais sacerdotes na nossa igreja.

2º Domingo: Vocações Matrimoniais (Familiar): Conferido através do Sacramento do Matrimônio, é um chamado a um homem e uma mulher, para que juntos, sendo uma só carne, tendo Jesus como o centro dessa união possam constituir uma família e chegar ao céu. Celebramos neste dia as famílias, precisamos suscitar a importância de ser família do céu aqui na terra, se abrir à vida (filhos) e buscar juntos o caminho de Santidade, sendo fiéis à Deus e ao sim que deram no altar. Rezemos por famílias santas que buscam o céu.

3º Domingo: Vocação à Vida Consagrada: é um chamado especifico dentro da nossa igreja, onde homens e mulheres são convidados a dizer “sim” a Deus em plenitude, ou seja, seguir Jesus dentro dos conselhos evangélicos de Pobreza, Obediência e Castidade. Não é uma vocação que se aceita da noite para o dia, é preciso seguir um caminho formativo, um discernimento vocacional, para que no decorrer deste caminho tenhamos a certeza do quanto queremos nos dedicar a nossa Missão de viver a radicalidade do Evangelho e do serviço fraterno. Desta vocação brotam Carismas e atuações que enriquecem nossa igreja, que nos ensinam que mesmo neste mundo materialista consumista é possível viver a vida tendo Deus como nossa prioridade. Rezemos neste domingo pelas vocações religiosas, pelas novas comunidade e por todos os carismas que brotam do coração de Deus para dar vida à igreja através dos conselhos evangélicos.

4º Domingo: Vocações Leigas: domingo dedicado à todos os leigos, aqui entram todos aqueles que se dedicam à servir a Deus e não fazem parte do clero (ordenados), neste domingo rezamos por todas as pessoas que tem consciência do chamado de Deus à Santidade, e participando ativamente da igreja contribuem no anuncio do Evangelho, no crescimento da comunidade e da vida comunitária com o objetivo de mostrar Cristo ao outro.

E quando há o 5º Domingo a igreja dedica aos catequistas que tem o belo chamado de preparar as crianças, jovens e adultos para receber os sacramentos instituídos pela igreja.

               Vale lembrarmos que Deus nos chama a uma vocação para nos colocar a serviço do outro, para sermos seu instrumento de graça e luz, e não para que possamos nos vangloriar ou humilhar o outro. Fazer a vontade de Deus em nossa vida não é uma missão fácil, requer renuncias e desafios, temos que enfrentar nossos medos e dúvidas, mas é um caminho extraordinário a seguir, pois quando entendemos claramente nossa vocação é impossível não abraça-la, pois ela aproxima nossa alma do céu.

               Que possamos neste mês dedicado às vocações, pedir a Deus discernimento para entender e ouvir nosso chamado, mas que possamos bem viver e rezar por cada vocação instituída, pois vocação acertada é vida feliz.

Patrícia Fabiana de Oliveira- Consagrada.

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Newsletter
Posts Recentes
× Como posso te ajudar?