Santa Faustina – mensageira da misericórdia

  A Igreja celebra em 05 de outubro a acolhida de Santa Faustina nos braços do Senhor. Essa santa polonesa tem uma história de vida que revela de forma muito expressiva a presença de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, a ponto de seu diretor espiritual orientá-la a escrever em um diário o que ocorria entre ela e o Senhor (https://misericordia.com.br/santa-faustina-e-a-divina-misericordia/), sendo tais registros compilados e publicados na obra “Diário de Santa Faustina” – disponível em língua portuguesa.

 A Providência Divina não deixa de se fazer presente para exercer sua misericórdia e compaixão… Deus não abandona os seus filhos! No cenário conturbado do século XX, em que o maligno “colocou suas garras para fora” de forma tão expressiva (foi o século do auge da experiência comunista, além de marcado por duas guerras mundiais)… E foi justamente no início desse século, em 25 de agosto de 1905, que nasceu Santa Faustina, destinada a ser portadora da mensagem da misericórdia, tendo nos deixado um legado de grande consolação, ensinando-nos o caminho para acessar de forma mais rápida e eficaz a infinita misericórdia do Sagrado Coração de Jesus.

 Foi Santa Faustina que visualizou e é por seu intermédio que temos a maravilha do quadro de Jesus misericordioso e também o Terço da Misericórdia, tão caros à Renovação Carismática Católica e à toda a Igreja.

 Invoquemos, diariamente, preferencialmente às quinze horas, com Santa Faustina, iniciando com o sinal da cruz e, após recitar o Pai Nosso, a Ave Maria e o Creio, nas contas grandes do Santo Terço: “Eterno pai, eu vos ofereço o corpo e sangue, a alma e divindade de vosso diletíssimo filho, Nosso senhor Jesus Cristo, em expiação dos nossos pecados e do mundo inteiro.” E nas contas pequenas: “Pela sua dolorosa paixão, tende misericórdia de nós e do mundo inteiro!” Concluídas as cinco dezenas: “Deus Santo, Deus forte, Deus imortal, tende piedade de nós e do mundo inteiro!” E, para finalizar: “Ó sangue e água que jorrastes do coração de Jesus como fonte de misericórdia para nós, eu confio em vós! Jesus, eu confio e espero em vós!”

Por mais árduos que sejam os desafios, a misericórdia divina não nos abandonará – cumpre-nos invocá-la! Deus seja louvado pela vida de Santa Faustina, que nos possibilitou o acesso a tão preciosos tesouros!

 Santa Faustina, rogai por nós!