Pular para o conteúdo

Liturgia Diária


4ª-FEIRA DA 15ª SEMANA - TEMPO COMUM

Mas acaso gloria-se o machado,
em detrimento do lenhador que com ele corta?
Leitura do Livro do Profeta Isaías 10, 5-7. 13-16
Assim fala o Senhor:
Ai de Assur, vara de minha cólera, bastão em minhas mãos, instrumento de minha indignação!
Eu o envio contra uma nação ímpia e ordeno-lhe, contra um povo que me excita à ira, que o submeta à pilhagem e ao saque, que o calque aos pés como lama nas ruas.
Mas ele assim não pensava, seu propósito não era esse; pelo contrário, sua intenção era esmagar e exterminar não poucas nações.
Pois diz o rei da Assíria: 'Realizei isso pela força da minha mão e com minha sagacidade, pois tenho experiência; aboli as fronteiras dos povos, saqueei seus tesouros, e derrubei de golpe os ocupantes de altos postos;
minha mão empalmou como um ninho a riqueza dos povos; e como se apanha uma ninhada de ovos, assim ajuntei eu os povos da terra, e não houve quem batesse asa ou abrisse o bico e desse um pio'.
Mas acaso gloria-se o machado, em detrimento do lenhador que com ele corta? Ou se exalta a serra contra o serrador que a maneja? Como se a vara movesse quem a levanta e um bastão erguesse aquele que não é madeira.
Por isso, enviará o Dominador, Senhor dos exércitos, contra aqueles fortes guerreiros o raquitismo; e abalará sua glória com convulsões que queimam como fogo.
Palavra do Senhor.
O Senhor não rejeita o seu povo.
Eis que oprimem, Senhor, vosso povo / e humilham a vossa herança; estrangeiro e viúva trucidam, / e assassinam o pobre e o órfão!
R.
Eles dizem: 'O Senhor não nos vê / e o Deus de Jacó não percebe!'Entendei, ó estultos do povo; / insensatos, quando é que vereis?
R.
O que fez o ouvido, não ouve? / Quem os olhos formou, não verá?Quem educa as nações, não castiga? / Quem os homens ensina, não sabe?
R.
O Senhor não rejeita o seu povo / e não pode esquecer sua herança: voltarão a juízo as sentenças; / quem é reto andará na justiça.
R.
Escondeste estas coisas aos sábios e entendidos
e as revelaste aos pequeninos.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 11, 25-27
Naquele tempo, Jesus pôs-se a dizer: 'Eu te louvo, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque escondeste estas coisas aos sábios e entendidos e as revelaste aos pequeninos.
Sim, Pai, porque assim foi do teu agrado.
Tudo me foi entregue por meu Pai, e ninguém conhece o Filho, senão o Pai, e ninguém conhece o Pai, senão o Filho e aquele a quem o Filho o quiser revelar.
Palavra da Salvação.

SANTO HENRIQUE - SANTORAL

Foi-te revelado, ó homem, o que é o bem,
e o que o Senhor exige de ti.
Leitura da Profecia de Miquéias 6, 6-8
'Que oferta farei ao Senhor, digna dele, ao ajoelhar-me diante do Deus altíssimo? Acaso oferecerei holocaustos e novilhos de um ano?
Acaso agradam ao Senhor carneiros aos milhares, e torrentes de óleo? Porventura ofertaria eu o meu primogênito, por um crime meu, o fruto do meu sangue pelos pecados da minha vida?'
Foi-te revelado, ó homem, o que é o bem, e o que o Senhor exige de ti: principalmente praticar a justiça e amar a misericórdia, e caminhar solícito com teu Deus.
Palavra do Senhor.
Feliz aquele que encontra seu prazer na lei de Deus!
Ou: É feliz quem a Deus se confia!
Ou: O justo florirá como a palmeira, nos átrios de meu Deus.
Feliz é todo aquele que não anda / conforme os conselhos dos perversos; / que não entra no caminho dos malvados, / nem junto aos zombadores vai sentar-se; mas encontra seu prazer na lei de Deus / e a medita, dia e noite, sem cessaEis que ele é semelhante a uma árvore / que à beira da torrente está plantada; / ela sempre dá seus frutos a seu tempo, / e jamais as suas folhas vão murchar. / Eis que tudo o que ele faz vai prosperar,
R.
mas bem outra é a sorte dos perversos. / Ao contrário, são iguais à palha seca / espalhada e dispersada pelo vento. Pois Deus vigia o caminho dos eleitos, / mas a estrada dos malvados leva à morte.
R.
A casa construída sobre a rocha e
a casa construída sobre a areia.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 7, 21-27
Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos:
Nem todo aquele que me diz: `Senhor, Senhor', entrará no Reino dos Céus, mas o que põe em prática a vontade de meu Pai que está nos céus.
Naquele dia, muitos vão me dizer: `Senhor, Senhor, não foi em teu nome que profetizamos? Não foi em teu nome que expulsamos demônios? E não foi em teu nome que fizemos muitos milagres?'
Então eu lhes direi publicamente: `Jamais vos conheci. Afastai-vos de mim, vós que praticais o mal.
Portanto, quem ouve estas minhas palavras e as põe em prática, é como um homem prudente, que construiu sua casa sobre a rocha.
Caiu a chuva, vieram as enchentes, os ventos deram contra a casa, mas a casa não caiu, porque estava construída sobre a rocha.
Por outro lado, quem ouve estas minhas palavras e não as põe em prática, é como um homem sem juízo, que construiu sua casa sobre a areia.
Caiu a chuva, vieram as enchentes, os ventos sopraram e deram contra a casa, e a casa caiu, e sua ruína foi completa!'
Palavra da Salvação.