Liturgia Diária


2º DOMINGO - PÁSCOA

Multidões cada vez maiores de homens e
de mulheres aderiam ao Senhor pela fé.
Leitura dos Atos dos Apóstolos 5, 12-16
Muitos sinais e maravilhas eram realizados entre o povo pelas mãos dos apóstolos. Todos os fiéis se reuniam, com muita união, no Pórtico de Salomão,
Nenhum dos outros ousava juntar-se a eles, mas o povo estimava-os muito.
Crescia sempre mais o número dos que aderiam ao Senhor pela fé; era uma multidão de homens e mulheres.
Chegavam a transportar para as praças os doentes em camas e macas, a fim de que, quando Pedro passasse, pelo menos a sua sombra tocasse alguns deles.
A multidão vinha até das cidades vizinhas de Jerusalém, trazendo doentes e pessoas atormentadas por maus espíritos. E todos eram curados.
Palavra do Senhor.
Dai graças ao Senhor, porque Ele é bom! 'Eterna é a sua misericórdia!'
Ou: Aleluia, Aleluia, Aleluia.
A casa de Israel agora o diga: / 'Eterna é a sua misericórdia!'A casa de Aarão agora o diga: / 'Eterna é a sua misericórdia!'Os que temem o Senhor agora o digam: / 'Eterna é a sua misericórdia!'
R.
'A pedra que os pedreiros rejeitaram, / tornou-se agora a pedra angular. Pelo Senhor é que foi feito tudo isso: / Que maravilhas ele fez a nossos olhos!Este é o dia que o Senhor fez para nós, / alegremo-nos e nele exultemos!
R.
Ó Senhor, dai-nos a vossa salvação, / ó Senhor, dai-nos também prosperidade!'Bendito seja, em nome do Senhor, / aquele que em seus átrios vai entrando! / Desta casa do Senhor vos bendizemos. Que o Senhor e nosso Deus nos ilumine!
R.
Oito dias depois, Jesus entrou.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo João 20, 19-31
Ao anoitecer daquele dia, o primeiro da semana, estando fechadas, por medo dos judeus, as portas do lugar onde os discípulos se encontravam, Jesus entrou e pondo-se no meio deles, disse: 'A paz esteja convosco'.
Depois destas palavras, mostrou-lhes as mãos e o lado. Então os discípulos se alegraram por verem o Senhor.
Novamente, Jesus disse: 'A paz esteja convosco. Como o Pai me enviou, também eu vos envio'.
E depois de ter dito isto, soprou sobre eles e disse: 'Recebei o Espírito Santo.
A quem perdoardes os pecados eles lhes serão perdoados; a quem os não perdoardes, eles lhes serão retidos'.
Tomé, chamado Dídimo, que era um dos doze, não estava com eles quando Jesus veio.
Os outros discípulos contaram-lhe depois: 'Vimos o Senhor!'. Mas Tomé disse-lhes: 'Se eu não vir a marca dos pregos em suas mãos, se eu não puser o dedo nas marcas dos pregos e não puser a mão no seu lado, não acreditarei'.
Oito dias depois, encontravam-se os discípulos novamente reunidos em casa, e Tomé estava com eles. Estando fechadas as portas, Jesus entrou, pôs-se no meio deles e disse: 'A paz esteja convosco'.
Depois disse a Tomé: 'Põe o teu dedo aqui e olha as minhas mãos. Estende a tua mão e coloca-a no meu lado. E não sejas incrédulo, mas fiel'.
Tomé respondeu: 'Meu Senhor e meu Deus!'
Jesus lhe disse: 'Acreditaste, porque me viste? Bem-aventurados os que creram sem terem visto!'
Jesus realizou muitos outros sinais diante dos discípulos, que não estão escritos neste livro.
Mas estes foram escritos para que acrediteis que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais a vida em seu nome.
Palavra da Salvação.

SÃO FIDÉLIS DE SIGMARINGA, PRESB. E MÁRTIR - SANTORAL

Eu sirvo à Igreja, exercendo o cargo que Deus me confiou.
Leitura da Carta de São Paulo aos Colossenses 1, 24-29
Irmãos:
Agora alegro-me de tudo o que já sofri por vós e procuro completar na minha própria carne o que falta das tribulações de Cristo, em solidariedade com o seu corpo, isto é, a Igreja.
A ela eu sirvo, exercendo o cargo que Deus me confiou de vos transmitir a palavra de Deus em sua plenitude:
o mistério escondido por séculos e gerações, mas agora revelado aos seus santos.
A estes Deus quis manifestar como é rico e glorioso entre as nações este mistério: a presença de Cristo em vós, a esperança da glória.
Nós o anunciamos, admoestando a todos e ensinando a todos, com toda sabedoria, para a todos tornar perfeitos em sua união com Cristo.
Para isso eu me esforço com todo o empenho, sustentado pela sua força que em mim opera.
Palavra do Senhor.
De todos os temores o Senhor me libertou.
Bendirei o Senhor Deus em todo o tempo, / seu louvor estará sempre em minha boca. Minha alma se gloria no Senhor; / que ouçam os humildes e se alegrem!
R.
Comigo engrandecei ao Senhor Deus, / exaltemos todos juntos o seu nome!Todas as vezes que o busquei, ele me ouviu, / e de todos os temores me livrou.
R.
Contemplai a sua face e alegrai-vos, / e vosso rosto não se cubra de vergonha!Este infeliz gritou a Deus, e foi ouvido, / e o Senhor o libertou de toda angústia.
R.
O anjo do Senhor vem acampar / ao redor dos que o temem, e os salva. Provai e vede quão suave é o Senhor! / Feliz o homem que tem nele o seu refúgio!
R.
Para que eles cheguem à unidade perfeita.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo João 17, 20-26
Naquele tempo, Jesus levantou os olhos ao céu e disse: Pai Santo,
eu não te rogo somente por eles, mas também por aqueles que vão crer em mim pela sua palavra,
para que todos sejam um como tu, Pai, estás em mim e eu em ti, e para que eles estejam em nós, a fim de que o mundo creia que tu me enviaste.
Eu dei-lhes glória que tu me deste, para que eles sejam um, como nós somos um:
eu neles e tu em mim, para que assim eles cheguem à unidade perfeita e o mundo reconheça que tu me enviaste e os amaste, como me amaste a mim.
Pai, aqueles que me deste, quero que estejam comigo onde eu estiver, para que eles contemplem a minha glória, glória que tu me deste porque me amaste antes da fundação do universo.
Pai justo, o mundo não te conheceu, mas eu te conheci, e estes também conheceram que tu me enviaste.
Eu lhes fiz conhecer o teu nome, e o tornarei conhecido ainda mais, para que o amor com que me amaste esteja neles, e eu mesmo esteja neles'.
Palavra da Salvação.