Sagrado Coração de Jesus e Imaculado Coração de Maria

  • por

Na segunda sexta-feira após a solenidade de Corpus Christi a igreja comemora o Sagrado Coração de Jesus. Essa devoção é também cultivada todas as primeiras sextas-feiras de cada mês. Consiste na veneração do Coração de Jesus no mais íntimo do seu amor. Essa devoção veio através de uma freira da França, Santa Margarida Maria Aloque que disse que aprendeu a devoção de Jesus durante uma serie de aparições entre 1673 e 1675, e mais tarde no século XIX, a partir das revelações místicas de outra freira em Portugal, Beata Maria do Divino Coração, religiosa do Bom Pastor, que solicitou em nome de Cristo que o Papa Leão XIII consagra-se o mundo inteiro ao Sagrado Coração de Jesus.

E falar do Sagrado Coração de Jesus é falar do próprio Cristo, um Deus que se fez carne, que assume a nossa condição humana, que morre na cruz por nós e ressuscita para nos garantir a vida eterna. E com firme confiança no Sagrado Coração de Jesus que encontramos apoio, força, sentido e esperança para o nosso dia a dia.

A devoção ao Sagrado Coração nos recorda o ponto central da nossa fé, o quanto Deus nos ama. Deus é amor e age por amor! A esse amor só podemos corresponder amando como o próprio Cristo, que se entregou por nós, que deixou seu coração ser ferido por amor a todos os homens. Por isso celebrar essa data significa deixar envolver por esse amor, que cura nossas feridas, e que nos faz desfrutar dos dons de Deus. Não existe amor maior do que encontramos no coração de Jesus e nem força mais potente para colocar entre nós um mundo de justiça, amor e paz.

O Imaculado Coração de Maria é comemorado no sábado seguinte a solenidade do Sagrado Coração de Jesus. A consagração dos sábados a Virgem Maria não é nenhuma novidade na Igreja. Todavia o pedido dessa devoção por Nossa Senhora foi uma magnifica confirmação dos céus. O Papa Pio XII em 1944, institui essa comemoração que por intercessão de Maria se obtenha a paz entre as nações. O Papa São João Paulo II declarou que esta festividade em honra a mãe de Deus é OBRIGATÓRIA e não OPCIONAL.

Ao rendermos veneração ao Imaculado Coração de Maria, fazemos com que o amor a mãe de Deus seja conhecido. Pois como a palavra nos ensina o Arcanjo Gabriel encontrou acolhida no coração de Maria. Quando falamos do coração de Maria não falamos apenas como um órgão humano que faz parte do nosso corpo, mas como um coração aberto as vontades de Deus. Um coração que não teve medo de dar o seu sim, que teve esse mesmo coração transpassado de dor ao ver seu único filho morrer na cruz por amor a nós. Um coração que só teve amor, a Deus e a cada um de nós.

Por isso essas datas tão importantes para nós católicos estão tão próximas uma da outra, para nos mostrar que esses dois corações são inseparáveis e que Maria sempre nos leva a Jesus. Dois corações que batem no mesmo ritmo, amando a Deus e aos irmãos. Quando olhamos para o coração de Maria, aprendemos a olhar de forma renovada o coração de Deus. Quanto mais nos aproximamos da mãe, mais nos aproximamos do filho, tudo nela aponta para Ele. E isso que ela quer sempre, nos levar a um encontro mais profundo com Cristo.

Em seu coração Imaculado arde uma chama de amor por seu filho que não se apaga nunca. Nos aproximemos então desse coração de mãe, que suavemente nos conduz para o coração de Jesus.

Peçamos a Maria que nos de a graça de assim como ela nos tornarmos mais próximos ao coração de Jesus e brotar em nos essa chama de amor que queima.

 

Sagrado Coração de Jesus, fazei o nosso coração semelhante ao vosso!

Imaculado Coração de Maria, sede nossa salvação!

 

Por: Claudia Brusamarello